Terça-feira, 3 de Dezembro de 2013

 

 

Jorge Luis Borges nasceu na Argentina, estudou e viveu em Genebra, depois em Espanha e mais tarde regressou a Buenos Aires.

Aos 6 anos disse ao pai que queria ser escritor.

Da sua vasta obra destacam-se vários livros. Mestre do conto e da poesia, criou histórias fantásticas e humanas.


“O Livro de Areia” é um conjunto de 13 contos sem relação entre si e passados em países tão diversos quanto Estados Unidos, Holanda, Inglaterra, Suécia, Uruguai e Argentina, para citar alguns. Adivinham-se traços auto-biográficos  e a característica peculiar de escrever narrativas fantásticas é salientada pelo próprio autor, em alguns destes contos.

Li-os entre aeroportos, com outros livros à mistura e muitas interrupções pelo caminho, algumas bastante prolongadas. Chego ao fim com a sensação de não ter dado ao livro a atenção merecida.

Mesmo assim e não sendo propriamente adepta de contos, como anteriormente já escrevi, só me sobram elogios para a escrita deste autor tão premiado. Salientarei o conto “A noite das mercês”, do qual fica um pequeno excerto:

 

 



publicado por numadeletra às 20:58 | Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

11 comentários:
De C. a 3 de Dezembro de 2013 às 22:15
acho que é mais ou menos assim: "ni el libro ni la arena tienen ni comienzo ni fin"= O Livro de Areia :) Boas Leituras


De numadeletra a 10 de Dezembro de 2013 às 21:08
Pode parecer uma estranha coincidência mas eu estive para publicar precisamente o parágrafo que a C. mencionou.

O conto que dá nome a este livro é um dos meus favoritos.

Boas leituras também e um abraço.


De C. a 11 de Dezembro de 2013 às 10:53
não tínhamos concordado abolir o tratamento formal?
li este livro recentemente, daí lembrar-me desta frase- andamos em sintonia está visto :D. o Aleph e o Ficções continuam no meu top Borges.
boa semana ;)


De numadeletra a 15 de Dezembro de 2013 às 17:24
Pois é, desculpa, não volta a acontecer ;-)

Beijinho com votos de boa semana!


De Existe um Olhar a 4 de Dezembro de 2013 às 12:32
Mais um autor e um livro que me deste a conhecer. Reconheço que não leio tanto como gostaria, tenho fases, mas vale sempre a pena vir aqui e actualizar-me. Como sabes eu dedico-me mais a ler com o meu olhar

Beijos


De numadeletra a 10 de Dezembro de 2013 às 21:13
Por motivos profissionais tenho dedicado pouco tempo às leituras, o que me faz muita falta.

Gosto sempre das fotografias que publicas.

Beijinho


De Miguel Alexandre Pereira a 7 de Dezembro de 2013 às 18:38
Não conhecia, mas fiquei curioso para ler. Quando puder já sei qual vai ser a minha futura leitura! Gosto imenso das tuas críticas literárias :)


De numadeletra a 10 de Dezembro de 2013 às 21:14
Espero que continues a visitar o meu blog porque os teus comentários são sempre muito reconfortantes.

Obrigada e um abraço.


De golimix a 11 de Dezembro de 2013 às 08:48
Dizes que não és adepta de contos mas já não é o primeiro que lês que gostas!

Ora uma boa. Excelente. Sugestão Natalícia minha virtual amiga!

Bjinhs e boa semana


De numadeletra a 15 de Dezembro de 2013 às 17:23
Em picos de trabalho, para quebrar um pouco a rotina pesada, os contos são sempre uma boa solução, até porque não exigem muito.

Outro beijinho


De Cris a 24 de Junho de 2015 às 14:39
Mais um autor que já me passou tantas vezes pelas mãos e nunca lhe dei a devida atenção. Gosto de vir aqui, porque aguças a curiosidade e dás um cheirinho do que nos pode esperar. :)


Comentar post

mais sobre mim
[email protected]
[email protected]
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


"A Peregrinação do Rapaz ...

Registos de Rua... parte ...

Para sempre George Michae...

Feliz Natal!

“A Mulher”, de Meg Wolitz...

Registos de Rua... parte ...

Exposição de Artes Plásti...

Dia do Animal

Dia Mundial da Música

5ª Edição de Inaugurações...

Maio 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Estiveram Numa de Letra...
simple hit counter
Tampouco gostei. Achei enfadonho e foi com dificu...
Mesmo sem ser um fã de Murakami, a verdade é que e...
Parabéns :|
O livro nunca esteve proibido em Portugal.
Gostaríamos de oferecer gratuitamente 60€ em publi...
Que frase extraordinária, adorei!Um bom ano para t...
Feliz Natal <:)}
Feliz Natal!um beijinhoGábi
Adivinhei o "segredo" logo no início...
Adorava ler este livro em Português mas não estou ...
tags

1q84

2012

2013

2014

2015

2016

39 em 1

55ª exposição internacional de arte

acordo ortográfico

aeroporto

afonso cruz

agradecimento

animais

aniversário

ano novo

antónio

antónio alçada baptista

arte

as leituras dos outros

barcelona

bienal de veneza

boas festas

bom fim-de-semana

bruxelas

caricatura

caricaturista

cascais

catarina ou o sabor da maçã

cinema

coldplay

concertos

david bowie

debaixo de algum céu

dia do animal

dia mundial da criança

dia mundial da música

dia mundial do livro

estádio do dragão

fantasporto

feira do livro

feira do livro do porto

férias

florença

foz do douro

funchal

gabriel garcía márquez

galerias de arte

haruki murakami

inaugurações simultâneas

israel

itália

jorge luis borges

josé eduardo agualusa

josé saramago

julião sarmento

la biennale di venezia

lisboa

livraria galeria papa-livros

livraria galileu

livrarias

livros

londres

luis sepúlveda

madeon

mensagens

metro

miguel torga

murais

museu nacional soares dos reis

museu soares dos reis

música

naftali bezem

natal

noites brancas

nuno camarneiro

ondjaki

os anos

os transparentes

paris

pavilhão grã-bretanha

philip roth

poesia

porto

primavera

projecto arte de portas abertas

provérbios

quantas madrugadas tem a noite

quarteirão miguel bombarda

raymond carver

rua

s. joão

serralves

soho

tel aviv museum of art

teolinda gersão

the national gallery

truman capote

valter hugo mãe

veneza

viagens

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds