Segunda-feira, 15 de Abril de 2013

 

O Ano Sabático_João Tordo.jpg

 

Na última Páscoa recebi “O Ano Sabático” da autoria de João Tordo e, se não tivesse sido oferecido, provavelmente jamais repararia nele. A verdade é que quem mo ofereceu conhece bem os meus gostos e, portanto, fiquei entusiasmada e expectante.

 

Que história tão envolvente e intigrante! Rendi-me, logo nas primeiras páginas. Tanto, que converti quase todos os momentos livres em leitura e cheguei ao fim em pouquíssimos dias. Viciante, confesso.

Andava tão emplogada que narrei a primeira parte do livro a algumas pessoas próximas e todas me ouviram com curiosidade, exprimindo vontade de o ler.

 

A narrativa começa com Hugo (um músico de Jazz) a regressar a Lisboa vindo de Montreal, onde viveu durante mais de uma década, tranzendo como única companhia um contrabaixo chamado “Nutella”. Lá, teve uma vida de exageros e declínio físico e psicológico, devido ao consumo excessivo de álcool e drogas, mas também pela sua personalidade insegura.

Um retorno que Hugo designou como “ano sabático”, numa tentativa de reequilíbrio e reaproximação à família, que acabou por ser muito mais.

 

Num espectáculo ao vivo Hugo ouve a melodia que andava a compôr há anos, ser tocada por Luís Stockman, um pianista conceituado. A partir daí, a sua vida passa a ser gerida obessivamente por este acontecimento, que não consegue entender.

Como é que algo único pode surgir, repetido por outra pessoa? Terá havido plágio? O que se passa?

Mais intrigante ainda é que as semelhanças físicas entre ambos são de tal forma evidentes que Hugo é confundido com Luís...

Há uma série de acontecimentos que fazem questionar a individualidade, o cunho pessoal que nos torna seres únicos entre tantos milhões... mas será que cada um de nós é mesmo único?

 

O livro continua com um enredo envolvente e de quase suspense, que não vou divulgar. Deixo a sugestão de leitura e a certeza que, quem a aceitar, não ficará desiludido. 

060420133117.jpg 



publicado por numadeletra às 17:16 | Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

14 comentários:
De sweet a 15 de Abril de 2013 às 19:19
Fiquei TÃO curiosa com este livro! Desde o facto do Hugo tocar Jazz à sua semelhança com Stockman. A ver se o encontro na livraria do continente :)


De numadeletra a 17 de Abril de 2013 às 19:37
Oxalá o encontres e não fiques desapontada quando o acabares de ler.

Beijinho


De Existe um Olhar a 16 de Abril de 2013 às 19:28
O resumo é apelativo e deixas aqui sempre tão boas dicas de bons livros, que eu até me perco, na certeza porém de que quando acabar os que estão a meio, já sei onde tenho de vir

Beijos
Manu


De numadeletra a 17 de Abril de 2013 às 19:38
Adoro os teus comentários, Manu! Põem-me sempre a sorrir.
Obrigada!
Beijinhos


De C. a 16 de Abril de 2013 às 20:23
ainda não li Tordo, gostei das referências iniciais (músico de jazz decadente :D). receio a questão do "duplo"-há demasiadas referências na literatura e se não for bem pensada pode ser uma desilusão tremenda.
tento tentado ler tanto escritores consagrados, como jovens (uns mais que outros) escritores- confesso que no plano nacional (excepção-GMT) não me sinto muito entusiasmada- podem escrever bem, ter umaideia gira ("giro" é mau) não passando disso. Faço votos para mudar de opinião com João Tordo :D
Outra nota- embirro cada vez mais com as capas da Dom Quixote



De numadeletra a 17 de Abril de 2013 às 19:39
Confesso que também sou um pouco contida em relação a revelações. Antes de me decidir a lê-las sinto necessidade de ter uma referência plausível.
Há tanta gente a lançar livros que é preciso procurar criteriosamente para encontrar os bons... mas existem escritores contemporâneos de qualidade: Valter Hugo Mãe e Afonso Cruz, por exemplo.
Tem graça que ainda não li nada de Gonçalo M. Tavares. Falta-me vontade, vá-se lá saber porquê...

Quanto à capa do livro de “O Ano Sabático”, goste-se ou não, lendo o livro ela faz sentido.
Ainda bem que a C. fala na capa porque aproveito para dizer que tem um toque muito peculiar e estranhamente bom.


De C. a 18 de Abril de 2013 às 09:43
o contrabaixo :-D


De numadeletra a 18 de Abril de 2013 às 17:25
Ihihih...


De golimix a 17 de Abril de 2013 às 20:54

Um dos livros que recebi nos meus anos e o próximo a pegar!



De numadeletra a 17 de Abril de 2013 às 21:20
Que coincidência feliz.
Faz bom proveito, golimix


De Miguel Alexandre Pereira a 17 de Abril de 2013 às 21:37
Sinceramente não conhecia a obra e com a leitura da opinião fiquei muito curioso para ler este livro. Quando acabar os que tenho em casa, talvez o compre :)

P.s. O objectivo é publicar um livro, espero conseguir um dia. Neste momento, estou mesmo a participar num concurso e se ganhar tenho uma obra publicada, mas não vai ser nada fácil de vencer...


De numadeletra a 18 de Abril de 2013 às 17:55
Obrigada pelo comentário e aqui fica uma frase de Fernando Pessoa que penso se enquadra bem nesta tua fase:

“O homem é do tamanho do seu sonho”.


De <Posso? a 20 de Abril de 2013 às 23:29
Parece delicioso de ler!


De numadeletra a 21 de Abril de 2013 às 21:18
Como referi, senti-me empolgada e envolvida durante toda a leitura. João Tordo foi uma descoberta francamente positiva.
Obrigada pela visita.


Comentar post

mais sobre mim
[email protected]
[email protected]
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


"A Peregrinação do Rapaz ...

Registos de Rua... parte ...

Para sempre George Michae...

Feliz Natal!

“A Mulher”, de Meg Wolitz...

Registos de Rua... parte ...

Exposição de Artes Plásti...

Dia do Animal

Dia Mundial da Música

5ª Edição de Inaugurações...

Maio 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Estiveram Numa de Letra...
simple hit counter
Parabéns pelo 5º aniversário :)Deste autor, ainda ...
Tampouco gostei. Achei enfadonho e foi com dificu...
Mesmo sem ser um fã de Murakami, a verdade é que e...
Parabéns :|
O livro nunca esteve proibido em Portugal.
Gostaríamos de oferecer gratuitamente 60€ em publi...
Que frase extraordinária, adorei!Um bom ano para t...
Feliz Natal <:)}
Feliz Natal!um beijinhoGábi
Adivinhei o "segredo" logo no início...
tags

1q84

2012

2013

2014

2015

2016

39 em 1

55ª exposição internacional de arte

acordo ortográfico

aeroporto

afonso cruz

agradecimento

animais

aniversário

ano novo

antónio

antónio alçada baptista

arte

as leituras dos outros

barcelona

bienal de veneza

boas festas

bom fim-de-semana

bruxelas

caricatura

caricaturista

cascais

catarina ou o sabor da maçã

cinema

coldplay

concertos

david bowie

debaixo de algum céu

dia do animal

dia mundial da criança

dia mundial da música

dia mundial do livro

estádio do dragão

fantasporto

feira do livro

feira do livro do porto

férias

florença

foz do douro

funchal

gabriel garcía márquez

galerias de arte

haruki murakami

inaugurações simultâneas

israel

itália

jorge luis borges

josé eduardo agualusa

josé saramago

julião sarmento

la biennale di venezia

lisboa

livraria galeria papa-livros

livraria galileu

livrarias

livros

londres

luis sepúlveda

madeon

mensagens

metro

miguel torga

murais

museu nacional soares dos reis

museu soares dos reis

música

naftali bezem

natal

noites brancas

nuno camarneiro

ondjaki

os anos

os transparentes

paris

pavilhão grã-bretanha

philip roth

poesia

porto

primavera

projecto arte de portas abertas

provérbios

quantas madrugadas tem a noite

quarteirão miguel bombarda

raymond carver

rua

s. joão

serralves

soho

tel aviv museum of art

teolinda gersão

the national gallery

truman capote

valter hugo mãe

veneza

viagens

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds