Quarta-feira, 11.05.16

 

rapunzel hugh grant birthday gif robert downey jr. disney birthday gif

 



publicado por numadeletra às 00:01 | Link do post | Comentar | Ver comentários (17) | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 04.05.16

 

5601072531208.jpg

 

“O Triunfo dos Porcos” é a história que relata a revolta dos animais de uma quinta com a consequente expulsão do seu proprietário o Sr. Jones. A partir de um motim organizado por Major, o porco mais antigo e experiente, os animais organizam-se e apoderam-se da quinta.

O objectivo é tornarem-se livres e trabalharem menos mas, com o tempo, a realidade mostra-se outra. É formada uma hierarquia com os porcos no topo da pirâmide e, no píncaro, Napoleão, o líder mor que rapidamente se revela tirano e austero, implacável!

Os animais sentem-se livres por não serem os humanos a liderá-los apesar de trabalharem mais, terem menos comida, passarem por dificuldades extremas e serem enganados pelas chefias. É que elas alteram constantemente as leis a seu bel prazer, defendendo apenas os seus interesses pessoais. Ainda assim, o grupo de animais que simboliza o povo, aceita bem a situação e prefere a liderança não humana. Os porcos, esses, adquirem hábitos cada vez mais próximos dos seres humanos: vivem na casa outrora habitada pelo Sr. Jones, dormem em camas, sentam-se e comem à mesa, bebem cerveja e, (pasme-se!), um dia até começam a deslocar-se em 2 patas! Chegam mesmo a arranjar um advogado (um ser humano, claro está) e negoceiam com os humanos das quintas vizinhas.

 

“O Triunfo dos Porcos”, de George Orwell, foi publicado pela primeira vez em 1945 e tornou-se a fábula política do século XX. Em pleno século XXI a sua mensagem continua pertinente e actual. Se reflectirmos, não faltarão exemplos semelhantes aos da fábula.

Moral da história? Numa sociedade, a igualdade é quase sempre uma utopia.

 

Excerto.jpg



publicado por numadeletra às 21:27 | Link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 21.04.16

 

Ainda completamente estupefacta com o choque da notícia da morte de Prince, de repente vêm à cabeça as músicas que tanto me marcaram, o concerto memorável de Alvalade em 1993, a sua performance em palco, a irreverência na atitude, tantas coisas... que fizeram de Prince um artista único, um ícone da música pop.

Para mim é uma referência, sei de cor muitas das letras das suas músicas (tantas vezes as ouvi). Tenho dificuldade em seleccionar uma para aqui lhe deixar a minha homenagem. Apesar disso, seleccionei uma bem alegre à qual associo algumas datas da minha vida.

 

 



publicado por numadeletra às 21:13 | Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 05.04.16

 

capa_Vinte e Quatro Horas da Vida de Uma Mulher.jp

 

Diz o ditado que “os homens não se medem aos palmos”, digo eu que também os livros não se avaliam pelo número de páginas. Isto a propósito de “Vinte e Quatro Horas da Vida de Uma Mulher” um romance tão pequeno que mais se assemelha, no tamanho, a um conto.

 

Apesar disso, tem tanto de marcante como de viciante… e “vício” é um substantivo bastante abordado neste romance, já que no cerne da trama está um jovem viciado no jogo.

 

Numa pequena pensão algures na Riviera uma mulher casada e mãe foge com  um jovem que conhecera na véspera, agitando a família e dando origem a uma série de rumores entre os outros hóspedes.

Comentários e zunzuns díspares fazem com que  Mrs. C. ganhe coragem e decida contar o que se passou nas 24h que agitaram a sua vida.

O narrador da história é um dos hóspedes, personagem bastante avant-garde.

 

Foi o primeiro livro que li de SZ, andava na estante do escritório há mais anos dos que eu tenho de vida, faz parte duma colecção de livros de bolso da Europa-América e valeu muito a pena escolhê-lo.

 

excerto.jpg

 



publicado por numadeletra às 18:04 | Link do post | Comentar | Ver comentários (9) | Adicionar aos favoritos (1)

Quarta-feira, 16.03.16

 

capa.jpg

 

Narrador e personagem principal, Daniel é médico, pintor e faz “bonecos”, como lhes chama, para jornais e outras ilustrações.

É apaixonado por Bárbara mas é com Ângela que casa. Ângela é uma mulher culta, metódica e distante que gosta de planear a vida até ao ínfimo pormenor. Do casamento nascem dois filhos, Luc e Luz.

 

Este é o cerne do romance “Na Tua Face”, de Vergílio Ferreira mas o livro é muito mais... É a Arte, tão presente em quase todos os capítulos, a constante referência e alegoria ao belo, ao feio e, principalmente, ao grotesco. É um livro muito pictórico, facto que me agradou bastante. E a escrita? Ahh... a escrita de Vergílio Ferreira é fantástica, com passagens lindas a rasarem a poesia, trechos que apetece sorver e lograr, porque tocam a alma.

 

Sendo um dos últimos livros do autor, tem um cariz muito auto-biográfico.

 

Se fosse vivo, este ano Vergílio Ferreira completaria 100 anos. Em jeito de homenagem decidi voltar a ele e soube-me tão bem!

Excerto.jpg



publicado por numadeletra às 20:47 | Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

Sábado, 27.02.16

 

Ontem foi a abertura oficial da 36ª edição do Fantasporto. Decorreu no Rivoli, como habitualmente.

 

Pela primeira vez na história do festival, o filme exibido, "Gelo", era português e foi também antestreia mundial.

Deixo um pequeno registo da equipa, que esteve "em peso" no Rivoli.

 

IMG_7871.JPG

IMG_7864_.jpg



publicado por numadeletra às 10:12 | Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 16.02.16

 

9789725686447.jpg

 

Oliver, o personagem principal deste romance, crecseu em Stilbourne, uma pequena cidade inglesa de poucos habitantes, todos eles curiosos das vidas uns dos outros e respectivos mexericos.

 

Fez as asneiras próprias de um adolescente, aprendeu Música e com ela descobriu o seu dom, para além de uma grande paixão por esta Arte. Apesar disso, levado pela sociedade e seus estereótipos, vai para a Universidade de Oxford estudar Química, optando por uma vida padronizada e assim fugindo ao que realmente o faz feliz.

 

Uma história passada nos anos 20 igual a tantas outras dos nossos dias, quase um século depois.

 

Um livro onde em muitos aspectos me revi, com passagens absolutamente marcantes que deixaram um forte eco por exprimirem tão bem a realidade de tantos “Oliver”.

 

Sir William Golding é um escritor inglês muito premiado, ganhou o Nobel da Literatura em 1983 e há quem diga que “A Pirâmide” é um romance quase auto-biográfico.

Adorei!!

 

Excerto.jpg

 



publicado por numadeletra às 20:09 | Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Domingo, 14.02.16

 

DSC03730.JPG

DSC03731.JPG

 



publicado por numadeletra às 14:40 | Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 10.02.16

 

Um registo fotográfico de 2014, no aeroporto de Gatwick.

 

IMG_1621.JPG

IMG_1623.JPG

 

 



publicado por numadeletra às 17:34 | Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 08.02.16

 

 



publicado por numadeletra às 18:53 | Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos


mais sobre mim
[email protected]
[email protected]
Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


4º aniversário do Numa de...

“O Triunfo dos Porcos”, d...

Até sempre Prince

“Vinte e Quatro Horas da ...

"Na Tua Face", de Vergíli...

Fantasporto 2016

“A Pirâmide”, de William ...

"Man and Woman", de Joan ...

Alguém, algures... Numa d...

Por cá é “Samba de uma no...

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Estiveram Numa de Letra...
simple hit counter
Não consigo entender as opiniões positivas acerca ...
Parabéns! Desejo que o blog te proporcione grandes...
De Zweig apenas li 2 livros, o "Carta de uma Desco...
Parabéns ;D
Aos 4 anos, o ser humano é um mundo de possibilida...
Parabéns querida!!!!Eu ando afastada daqui, mas vo...
Alice + 60's songs = perfeição <3Muitos parabén...
Muitos parabéns para este espaço fantástico que eu...
Parabéns! Que o blogue conte muitos mais!!
parabéns! Que venham muitos mais
tags

1q84

2012

2013

2014

2015

2016

39 em 1

55ª exposição internacional de arte

acordo ortográfico

aeroporto

afonso cruz

agradecimento

animais

aniversário

ano novo

antónio

antónio alçada baptista

arte

as leituras dos outros

barcelona

bienal de veneza

boas festas

bom fim-de-semana

bruxelas

caricatura

caricaturista

cascais

catarina ou o sabor da maçã

cinema

coldplay

concertos

david bowie

debaixo de algum céu

dia do animal

dia mundial da criança

dia mundial da música

dia mundial do livro

estádio do dragão

fantasporto

feira do livro

feira do livro do porto

férias

florença

foz do douro

funchal

gabriel garcía márquez

galerias de arte

haruki murakami

inaugurações simultâneas

israel

itália

jorge luis borges

josé eduardo agualusa

josé saramago

julião sarmento

la biennale di venezia

lisboa

livraria galeria papa-livros

livraria galileu

livrarias

livros

londres

luis sepúlveda

madeon

mensagens

metro

miguel torga

murais

museu nacional soares dos reis

museu soares dos reis

música

naftali bezem

natal

noites brancas

nuno camarneiro

ondjaki

os anos

os transparentes

paris

pavilhão grã-bretanha

philip roth

poesia

porto

primavera

projecto arte de portas abertas

provérbios

quantas madrugadas tem a noite

quarteirão miguel bombarda

raymond carver

rua

s. joão

serralves

soho

tel aviv museum of art

teolinda gersão

the national gallery

truman capote

valter hugo mãe

veneza

viagens

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds